Othello Tunels (Hope – BC)

Os Othello Tunels são uma maravilha da engenharia. Uma série de 5 túneis no Coquihalla River Canyon, um desfiladeiro cercado por falésias, construídos no início dos anos 1900.
Eles tinham o objetivo de ligar a região de Kootenay à região costeira (onde estão os portos), através de uma linha férrea. Isso evitaria que muitos bens fossem embarcados pelos Estados Unidos e foi um grande passo rumo a soberania canadense.

No ano de 1910, Andrew McCulloch foi contratado como engenheiro-chefe da obra. Ele ja tinha participado de outros projetos da CPR, como os Spiral Tunnels, perto de Revelstoke.
O nome dos túneis, Othello, foi escolhido por McCulloch, que era grande fã de Shakespeare.

O projeto consistia em fazer a ferrovia atravessar três grandes cadeias montanhosas. A parte da ferrovia que passava por Coquihalla media 38 milhas e detem o título de milha mais cara de linha férrea do mundo: US $ 300.000 em 1914.

A construção foi feita praticamente toda a mão, com a ajuda de alguns cavalos, levando os engenheiros assistentes a chamar a ferrovia de a “Maravilha de McCulloch”. Os trabalhos mais difíceis e perigosos foram dados aos trabalhadores chineses, e muitos foram mortos nas explosões para abrir caminho na montanha.
O desfiladeiro de Coquihalla foi o maior desafio, pois era uma área profunda, onde escadas no penhasco, pontes suspensas e cordas permitiram que os trabalhadores completassem o que é, até hoje, considerado como um feito de engenharia espetacular.

A ferrovia, Kettle Valley Railway, foi inaugurada oficialmente em 31 de julho de 1916, e por ela passavam trens de carga e de passageiros entre Vancouver e a cidade de Nelson, a cerca de 700 km de distância. Porém, a linha sofria muito com neve e avalanches de pedras, e num período de 2 anos nos anos 30, a linha operou apenas por algumas semanas. Em 23 de novembro de 1959, um acidente foi reportado ao norte dos túneis. Junto a isso havia um grande problema com as equipes de manutençao, o que levou a decisão de encerrar as atividades na linha, que nunca mais foi reaberta, sendo oficialmente abandonada em julho de 1961.

Em 1998 os túneis e seus arredores se tornaram um parque provincial. Grande parte da Coquihalla Highway, uma moderna estrada de 4 pistas, foi construída sobre o caminho original da ferrovia. Ao longo da estrada você pode notar alguns sinais em forma de uma velha locomotiva a vapor, com nomes ligados a Shakespeare. Eles indicam a localização aproximada das estações ao longo da Hwy 5 de hoje.

FILMES:

O local ja foi usado como cenário de vários filmes, entre eles:

Rambo: Programado para Matar (Rambo, First Blood)
Fogo Contra Fogo (Fire with Fire)
Amigos Para Sempre (Far from Home – The Adventures of Yellow Dog)
Atirando para Matar (Shoot to Kill)

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

– Leve uma lanterna para dar maior segurança ao andar nas partes escuras, ou um celular com lanterna.
– Os túneis são abertos para visitação apenas do final de maio até o final de outubro (ficam fechados no inverno).
– Não deixe ítens de valor dentro do carro.
– Flores, árvores, arbustos e outros artefatos fazem parte do patrimônio natural do parque. Não danifique nem remova-os.
– Mantenha animais de estimação em coleiras em todos os momentos. Eles não são permitidos em áreas de piquenique. Você é responsável por seu comportamento e deve descartar seus excrementos.
– Bicicletas não são permitidas nos túneis.
– Apesar do chão ser de terra ou pedrinhas, é acessível para carrinhos, pois não tem nenhuma escada.

About the Author:

Renata Luppi: Mãe, esposa, filha, irmã mais velha, inquieta, curiosa, viciada em chocolate e coca-cola e, acima de tudo, cheia de manias !!!

Leave A Comment

Captcha loading...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/malainquieta/www/wp-includes/functions.php on line 3778

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/malainquieta/www/wp-includes/functions.php on line 3778